novas aquisições

Acabei de receber três livros que comprei:

1 – Terapia do Apartamento – Transforme seu lar em oito semanas. Maxwell Gillingham-Ryan. Ed Pensamento. 2006.

Este livro mostra como devemos projetar pensando no usuário. Pode parecer que não, mas constantemente não projetamos lares e sim portfolio. Devemos pensar seriamente sobre isso.

2 – A Linguagem das Coisas. Deyan Sudjic. Ed Intrínseca. 2010.

O título ja diz tudo. Este livro aborda os encantos de uma variedade de ícones – carros, móveis e projetos arquitetônicos, e relembra como certos objetos, que se tornaram paradigmas do desenho industrial, influenciam a indústria, o comércio e o marketing. Dos excessos das passarelas ao humor inspirado por um utensílio de cozinha com grife, o autor mostra como é possível manipular e seduzir pessoas pelas coisas que possuem ou desejam possuir. E, ao expor as engrenagens da engenharia do consumo, torna evidentes os truques da fabricação do bom gosto e suas consequências. A obra explora detalhes como os motivos que levam os designers a sonhar com sua assinatura em uma cadeira ou uma luminária, e questiona em que ponto termina o design e começa a arte.

3 – O Poder das Cores. Dr. Morton Walker. Ed Saraiva. 1995.

Desde tempos imemoráveis, as cores têm exercido influência sobre a humanidade.Reunindo o melhor da medicina oriental, da ciência ocidental tradicionalista, dos aspectos espirituais da vida e do misticismo intangível, este livro mostra como o uso correto das cores afeta positivamente a saúde do corpo, da mente e das emoções.Aprenda uma nova forma de viver, usando as cores.

E estou aguardando a confirmação de mais quatro.Vale a dica de leitura.

Aproveito e deixo uma dica: para quem não conhece, o site Estante Virtual reúne os melhores sebos do Brasil. Alguns podem torcer o nariz por tratar-se de sebos, mas posso dizer que os livros que recebi até agora são praticamente novos! Um deles eu duvido que já tenha sido alguma vez ao menos folheado. Vale a pena!

A insustentável leveza da prateleira

Cansado de prateleiras que ocupam espaço e saem de moda de um dia para o outro? Problemas com livros que se empilham em todo lugar de forma desordenada?

Uma das coisas que me incomodam esteticamente em prateleiras são a falta de gosto nas estruturas.

Elas poluem demais a parede e não têm leveza. Eu poderia em muitos casos chamá-las de grosseiras, em outros grotescas.

Mesmo as ditas prateleiras invisíveis tem as tábuas tão grossas que, apesar de não mostrar armação alguma, parecem um banco de praça alojado na parede, sem delicadeza alguma.

Podemos resumir toda esta conversa em uma única e singela realidade:

Prateleiras são uma eterna guerra na plástica do lar!

Mas agora seus problemas terminaram! O centro tecnológico do Reino Selvagem e o Cel. Von Lehmann orgulhosamente apresentam a super prateleira invisível – ideal para quem não quer ter a estética de seus livros apagada por um pedaço de mobília.

Passo a passo: http://www.reinoselvagem.com.br/a-insustentavel-leveza-da-prateleira/

Tá caro??? Sebo neles….

Uma das maiores reclamações de alunos e amigos é a dificuldade na aquisição de livros por causa dos preços altos.

Realmente, especialmente em nossa área os livros estão bem carinhos. Porém sempre digo que um livro é um investimento e nunca um dinheiro perdido.

Confesso, ok, que sou um rato de Sebos. Adoro quando vou pra São Paulo e me enfio dentro deles. Tudo bem que a minha rinite acaba comigo mas vale o sacrifício!!!

Já encontrei pérolas valiosas neles.

Quando não se encontra, o jeito é recorrer às livrarias mesmo.

Desde um tempo atrás já podemos contar com um serviço online onde diversos sebos de várias cidades reuniram-se e montaram o site Estante Virtual.

Vale a pena a visita!!!

http://www.estantevirtual.com.br