Museu da Lâmpada

Bom, chegando de Sampa, vamos às news!!!!

Tive o imenso prazer de ir conhecer o Museu da Lâmpada.

Apesar de ser um espaço ainda pequeno posso afirmar que é bárbaro!!! Uma grande contribuição e ferramenta para o conhecimento!!!

E importantíssimo ressaltar que é o 1° Museu do gênero da América Latina!!!

Uma breve história:

Dois sócios, Gilberto Pedroni e Wladimir Pedroni, abriram ha 24 anos atrás a Gimawa Materiais Elétricos. Empresa séria e consolidada no mercado paulistano.

Com o comércio de lâmpadas surgiu a curiosidade e paixão pelas lâmpadas. E, na lida com os fornecedores e fabricantes começaram a aparecer as “velhinhas” e a coleção.

Sentindo a falta de um espaço que tratasse com a seriedade e o respeito que este elemento tão importante nas nossas vidas merece, surgiu um sonho de cria-lo. Assim nasceu o Museu da Lâmpada, dentro da própria empresa Gimawa, que é a mantenedora e patrocinadora do Museu.

A marketóloga Bruna Alves, responsável pelo departamento de eventos da Gimawa, é quem assumiu o Museu. Toda a parte de pesquisas, a criação dos vídeos, eixo temático, programação visual enfim toda a parte expositiva e documental ficou sob sua responsabilidade. E cumpriu o papel com primor!!! Olha eu e ela aqui:

Apresentados os responsáveis, vamos rodar pelo Museu da Lâmpada.

Nada mais justo que as estrelas do Museu tenham a sua própria calçada da fama!!! Ficou muito bom isso!!! ;-)

Bom, e tudo começou onde?

Pois é gente!!! Tudo começa lá atrás, ainda na época dos homens das cavernas quando dominaram o fogo. Na verdade,a relação dos seres vivos com a luz sempre existiu. O bicho-homem e outros bichos sempre dependeram da luz natural seja ela a luz da lua, a luz do sol, a luz das estrelas ou a luz do fogo. Esta última foi a que o homem na época conseguiu dominar – com muito trabalho, observação, medo e ferimentos – e nos trouxe ao hoje.

Mas para chegar ao hoje, passamos por muitas fases, tochas, fogueiras, apetrechos, velas, lamparinas, óleos, e um monte de coisas…

Tudo isso (além das várias peças expostas tem muito mais nos vídeos dos diversos monitores espalhados pelo espaço) chegamos ao nosso mestre e “pai” Thomas Edison que está ali presente com a sua lâmpada:

Arrepiantemente hipinotizante olhar para esta lâmpada ao vivo….

Bom, na sequência, viajamos pela evolução da lâmpada até chegarmos aos dias de hoje. A evolução é mostrada por tipo de lâmpada. Temos desdeas primeiras incandescentes até as últimas; das primeiras halógenas até as mais recentes; das primeiras fluorescentes até as mais recentes e assim por diante além de expor todos os tipos de lâmpadas:

Um elemento bastante interessante é o expositor sobre o IRC. Temos três nichos, cada um iluminado por uma lâmpada com um IRC:

Observando-os (na foto não ficou muito visível a diferença) você consegue perceber claramente a importância do bom IRC. Mas tirei essa outra foto mostrando dois deles:

Você sabe dizer qual braço está sendo iluminado por uma lâmpada com maior IRC?

Outro elemento que chama muito a atenção é uma lâmpada fluorescente tubular desenvolvida pela Philips especialmente para o Museu. Trata-se de uma lâmpada comum, porém ela está sem o revestimento de fósforo (aquela “capa” branca que vemos). Assim, quando acesa vemos o fluxo (um risco) do raio ultravioleta em seu interior:

Gente, isso é “lindo de doer”!!!! É para ficar parado na frente dela, olhando, e olhando, e olhando e viajando… Não faz parte da linha de produção e tampouco encontra-se à venda. Também SE – se somente SE – fôssemos aplica-la num projeto, seria para algo meramente decorativo…

Tem também toda a parafernália LED e fibra ótica exposta onde o visitante tem a possibilidade de conhecer o equipamento e visualizar produtos aplicados pelo espaço:

E, claro que não poderia faltar, um espaço para nos fazer refletir sobre a importância da reciclagem das lâmpadas e sobre a sustentabilidade afinal, lidamos e convivemos com produtos agressivos e/ou nocivos ao meio ambiente e à nossa vida:

Enfim, este Museu mostra claramente que A LÂMPADA É

Pois, quem aqui consegue imaginar a humanidade vivendo sem a luz?

Acesse o site do Museu da Lâmpada, agende a sua visita e deleite-se nesse espaço feito para conhecer e para o conhecimento!!!

A Bruninha (olha a intimidade ahahaha) irá recebê-los com esse sorriso lindo e uma simpatia ímpar!!!

E já vou avisando: a Bruna entende muito mais de lâmpadas e iluminação do que muitos profissionais da área rsrsrsrs.

Ah, claro que eu não poderia deixar de citar que o projeto de LD foi feito pelo Everton Cordeiro, projetista da Gimawa.

Um outro detalhe: o sucesso do Museu é tanto que ele mal nasceu e já está prestes à ser ampliado!!!!

Pensam que acabou??

Que nada!!!

Tem mais!!!

A Gimawa, junto com o Museu da Lâmpada ainda montou um auditório onde estão sendo oferecidos cursos de iluminação!!!

Para vocês terem uma idéia, a Philips que teve o LAC (espaço físico) desativado, está começando a oferecer seus cursos lá, a Fasa fibra ótica também e adivinhem???

Fui convidado para ministrar cursos lá também!!!

(UEBAAAA!!!!)

Para ver a grade de cursos já disponíveis acesse esse link.

Finalizando, gostaria – e é mais que necessário – deixar uma nota:

Em nosso mercado brasileiro onde temos empresas (lojistas, fabricantes, etc) nacionais e multinacionais, que movimentam milhões de dólares – algumas mensalmente – ver uma ação desta importância surgir de uma empresa de pequeno porte (se comparada às grandes) deve ser motivo de orgulho não só para ela, para mim, para as revistas e para os visitantes.

Isso deve ser, com urgência, reconhecido pelos governos estadual e federal e também, principalmente, pelas Universidades dando um Título Honorífico à Gimawa Materiais Elétricos dada a importância deste empreendimento que é, aberto ao público e não cobra ingresso, apenas um pré-agendamento pelo site.

Para mim, a Gimawa merece um prêmio diamante, uma distinção de honra e todo respeito e louvor de todos nós cidadãos brasileiros!!!

É motivo de orgulho nacional!!!

Outro detalhe: se você tem filhos em idade escolar e é de São Paulo, a Bruna me falou que eles estão começando a agendar visitas monitoradas para escolas, principalmente as públicas. É só conversar com os professores e direção da escola e pedir para entrer em contato com ela para agendar.

Bom, é isso gente. Não tinha como fazer um post menor. Espero que tenham gostado!!!

Portal Lighting Now

Apresentando mais um parceiro do blog: Portal Lighting Now.

O Lighting Now acaba de completar 1 ano de estrada e ao longo desta curta jornada vem colecionando excelentes resultados.

Além do reconhecimento da ferramenta pelos profissionais do mercado (mais de 1500 profissionais cadastrados), o site tem apoio de diversas empresas, tais como: Philips, GE, Lume Arquitetura, ABD, Aureside, AD Fórum, Academia de Engenharia e Arquitetura, entre outros.

O site, que é definido como um sistema de informações qualitativas sobre o mercado de iluminação nacional, foi criado por Alexandre Rautemberg, arquiteto, MBA em marketing e com experiência de 12 anos neste mercado e tem por objetivo, estreitar o relacionamento entre profissionais e fornecedores, facilitando as rotinas do dia a dia.

Segundo Rautemberg, o grande problema da WEB é que existe uma grande quantidade de dados espalhados, com pouca consistência e desta forma deixam “pobre” a informação. O site veio para juntar estes dados em um único lugar, de forma organizada e prática para todos aqueles que atuam ou se relacionam com este mercado, transformando tais dados em informação de qualidade.

O sistema tem o foco muito bem definido e totalmente orientado para o Marketing e TI (tecnologia da informação). “Não temos um cunho jornalístico, por isso não temos matérias ou entrevistas. Isto os nossos amigos das Revistas e Blogs fazem com extrema perfeição”, acrescenta Rautemberg.

Algumas ferramentas já estão disponíveis, tais como:

– Cadastro de Fornecedores (fabricantes, distribuidores, representantes, lojas e serviços)
– Pesquisa (por região, atividade, produto/serviço, materiais, etc…)
– Vitrine de Lançamentos
– Agenda e Cursos
– Auditório Virtual
– Catálogos On-Line
– Biblioteca Virtual
– Newsletter, etc…

Para o mês de aniversário, o site vem prevendo mais seções e funcionalidades tais como:

– Espaço Lighting Designer
Seção onde os profissionais poderão divulgar seus principais projetos, com fotos, ficha técnica, contatos, curriculm, etc…

– Acontece no Mercado
Post de notícias sobre produtos, lançamentos, cursos, eventos e tudo o que acontece no mercado de iluminação.

– Versão para IPAD
Novo layout para possibilitar ser consultado pelos equipamentos da Apple.

O Cadastro é gratuito e outras funcionalidades, principalmente aquelas que vão auxiliar o departamento de marketing das empresas estão sendo implantadas à medida que o sistema ganha corpo.

www.lightingnow.com.br

Design Essencial – SENAC

38928

O Senac realiza Design Essencial 2009.

Entre setembro e novembro de 2009, o Senac realiza a quarta edição do evento Design Essencial, com foco no tema A Democratização do Design. A escolha do tema baseia-se nas transformações sociais do século 21, que estimulam a criatividade individual e diversificam o design contemporâneo.

O encontro debate a importância da democratização do design, apresentando projetos que incluem todas as classes e setores da sociedade, sem deixar de lado as questões ecológicas, o bom uso da matéria-prima e a melhoria da qualidade de vida.

Entre os palestrantes, estão importantes profissionais da área de arquitetura e design, como Fernando Brandão, arquiteto premiado pelo projeto da livraria Cultura de São Paulo; Christian Ullmann, designer argentino premiado por desenvolver projetos sustentáveis; Marcelo Teixeira, antigo designer da Embraer; Pedro Paulo Franco, designer e proprietário de empresa do setor; e Alessandro Jordão, Kiko Sobrino e Fábio Galeazzo, designers premiados e que participaram da Casa Cor São Paulo 2009.

O evento é realizado em 19 unidades do Senac na forma de exposições, workshops, palestras, encontros e debates sobre o tema. É dirigido a arquitetos, decoradores, designers, designers de produto, empresários da área, estudantes e demais interessados no assunto.

Por enquanto só estão agendados eventos no estado de São paulo (pra variar…). Acesse este link para saber a agenda e locais.

Links que valem ouro!

Na Folha de São Paulo do dia 01/03/09, no caderno Mais foram publicados diversos links de sites na web sobre os mais variados assuntos. Os links foram selecionados por diversas pessoas, entre elas Vladimir Safatle, Arthur Oscar, Jorge Coli e Ivo Mesquita.

Destaco aqui alguns que visitei e gostei demais:

Web Gallery of Art – organizado por universitários húngaros, é um banco com quase 30 mil reproduções em alta qualidade acompanhadas por comentários pequenos, mas precisos e confiáveis.

Frieze Magazine – Uma revista sobre arte.

ARTFORUM – Tudo o que anda rolando no mundo das artes pelo mundo.

Canal Contemporêneo – Brasileiríssimo! Arte brasileira, agenda, news, etc.

Trópico – também brasileiríssimo, um espaço recheado de críticas sobre a cultura brasileira de um modo geral. Música, teatro, artes plásticas, livros. Muito inteligentes e precisos os textos. Inclusive um que acabo de ler sobre Oscar Niemeyer. Tudo bem que não concordo com a visão do autor sobre a “dispensa” de concursos e licitações em nome do “status” de um nome/grife, mas a visão dele sobre restauração, IPHAN e outras coisas vai bastante de encontro com o que penso: arquitetura não pode ser um elo fechado e acabado em si mesmo.

Forum Permanente – também brasileiríssimo, conta com agenda, novidades, e muitas outras informações sobre museus e artes.

The Prado in Google Earth – uma visita virtual dentro do Museu do Prado, em Madri. Com imagens em altíssima resolução, conseguimos perceber pinceladas, craquelados do tempo entre outras características que só perceberíamos a olho nu – por vezes nem mesmo assim. Com esta tecnologia, cada detalhe, cada personagem das telas ganham vida própria. Vale e muito a pena a visita.

ARTDAILY – todas as exposições do mundo, com fotos, através de uma newsletter.

RHIZOME – arte e tecnologia. Obras divertidas e engenhosas para ocupar a mente durante o tempo de visita.

Bom, tem vários outros bastante interessantes que vou postar depois. Acho que esses já valem bastante e proporcionarão a vocês prazeirosos momentos culturais.

Agenda 2009

Atenção para as datas dos principais cursos, feiras e eventos em 2009:

Prêmio Abilux Projetos de Iluminação 2009
As inscrições estarão abertas de 6 de abril a 30 de junho de 2009

Paisagem urbana com   preocupações contemporâneas
Recriar a paisagem urbana alinhada às questões contemporâneas é o foco da pós-graduação do Centro Universitário Senac

Especialização em ARQUITETURA BIOCLIMÁTICA – Cesumar
A Arquitetura Bioclimática vem responder aos anseios da sociedade face à emergência das questões ambientais, ao desenvolvimento de uma sociedade mais informada e consciente quanto aos meios de interação entre o homem e o meio ambiente.O setor de Construção Civil possui uma especial responsabilidade sobre os gastos energéticos e o impacto ambiental produzido nos processos de manufatura, exploração, utilização, descarte e industrialização em todos seus setores produtivos.O curso visa formar profissionais da área da Construção Civil, interessados na preservação do meio ambiente, com conhecimento específico das questões relativas ao aproveitamento das variáveis climáticas para o desenvolvimento de projetos, planejamento e controle dos processos produtivos, visando um maior conforto ambiental, integrando o homem ao meio ambiente.

14ª Edição CRAFT DESIGN
De 28 Fevereiro a 03 de Março de 2009.
Das 10h às 20h.
Centro de Eventos São Luís
Rua Luís Coelho, 323
Consolação – São Paulo – SP

15ª PARALELA GIFT – 2009
Feira de Design e Produtos Contemporâneos
A ParalelaGift se propõe a surpreender, orientar, estimular e encantar os visitantes, com a exposição de produtos contemporâneos, inovadores e antenados com as mais recentes tendências do design mundial. 03/03/09 até 05/03/09
LOCAL: Bienal
São Paulo – SP

Se você souber de mais alguma feira, curso, evento interessante e importante mande-nos o link para que possamos acrescentar a esta lista.

Uma agenda de eficiência para o novo prefeito

Em uma época de eleições, seria desejável que as diferentes organizações sociais pudessem ter uma agenda de prioridades para apresentá-la aos candidatos e/ou cotejá-la com os seus programas e propostas.

O INEE – Instituto Nacional de Eficiência Energética – entende que em sua área de atuação específica seria interessante verificar o comprometimento dos candidatos às prefeituras com um conjunto de medidas no plano energético que poderia, não só reduzir os custos para os contribuintes e para o país, como propiciar ganhos ambientais extremamente significativos.

Torna-se hoje desnecessário enfatizar a importância da eficiência energética e da questão ambiental nos fóruns nacionais e internacionais especializados. São temas que pelas suas características exigem alta dose de vontade política para sua efetivação. Entretanto, apesar da importância da ação de governo nas medidas de maior impacto, os resultados obtidos nessas áreas dependem da adesão e participação de milhares de agentes, o que enfatiza a relevância da educação.

Da mesma forma que votar é escolher, em qualquer outra atividade econômica ou social a escolha é a chave do processo. E a escolha nessas áreas, como tem sido ressaltado na própria propaganda do processo eleitoral, tem efeito que pode ser dramático por vários anos.

Assim, de uma forma objetiva, desejaríamos que os candidatos se comprometessem, entre outros, com os seguintes propósitos:

1-Implantar na Prefeitura um programa específico que identificasse, de forma matricial e com autoridade, todas as oportunidades de aumento da eficiência no uso da energia na administração direta e indireta da prefeitura;

2-Definir claramente uma política de eficiência energética para o município, onde estivessem consideradas:
Promoção e estímulo às edificações eficientes e ambientalmente corretas, valorizando, especialmente, soluções construtivas que propiciem o melhor aproveitamento da luz natural, minimizem a necessidade de condicionamento ambiental e utilizem materiais de menor impacto energético e ambiental;

Prioridades para a organização do transporte urbano, com estímulo às práticas e equipamentos corretos nos planos energético e ambiental com destaque para os corredores de transporte e de integração, assim como para os ônibus híbridos e elétrico. Estabelecer restrições
efetivas ou mesmo penalidades, em gradações adequadas, aos impactos negativos e deseconomias provocadas pelos projetos e atividades em vias públicas assim como em certos locais e determinadas condições climáticas e ambientais;

Uso da energia em prédios e logradouros públicos municipais, mostrando exemplos e clara adesão do município às práticas corretas;
Introdução sistemática e permanente da educação energética e ambiental nas escolas públicas, aos diferentes níveis;

Uso do poder de compra na aquisição de equipamentos e na contratação de serviços, impondo regras e condições para observância aos princípios energéticos e ambientais do município.

Com a palavra os candidatos!

INEE
24/09/2008